Neoclássicos

Desde o final do século XVIII até meados do século XIX, predomina na arte europeia a tendência classicista, expressando os valores de uma burguesia fortalecida pela Revolução Francesa. No caso, a arquitetura clássica busca uma adequação ao pensamento napoleônico vitorioso, de acordo com os modelos greco-romanos do período renascentista. Ex: o Panteon Nacional, na França, e a Porta de Brandemburgo, em Berlim.

O pensamento plástico dessa época é balizado pelas regras acadêmicas submetidas às escolas de Belas Artes, querendo recuperar as glórias e virtudes perdidas pelas primeiras academias toscanas do século XVI. Em pouco tempo este modelo acadêmico se espalha por toda a Europa, em escolas assemelhadas que reivindicam copiar os originais das obras consagradas e dos modelos nus, instituídos como padrão artístico. Na escultura, destaca-se o artista Antonio Canova, que cria uma colossal estátua nua de Napoleão, inspirada nos antigos soberanos romanos que eram assim representados em alusão às divindades gregas. Igual destaque merece o artista Jean Baptiste Carpeaux, cujo famoso conjunto escultórico, denominado a “Dança”, faz parte da decoração externa do Teatro Ópera de Paris.

Na pintura, o retorno à Antiguidade de Rafael refere-se a uma mitologia que crê na permanência e na estabilidade dos feitos dos personagens ilustres. O pintor Jacques-Louis David enaltece as vitórias do imperador Napoleão em telas cujos temas variam entre a travessia dos Alpes e a coroação de Josefina (1806-1807). Alguns de seus quadros recuperam a moral dos valores clássicos, em narrativas que formalmente remetem à proporção, harmonia e equilíbrio das estátuas gregas. No quadro “A morte de Marat” (1793), um dos seus mais famosos quadros, David presta homenagem a um dos líderes da Revolução Francesa assassinado, reportando o drama da situação com agudeza e simplicidade. Por sua vez, o pintor Jean Auguste Ingres, discípulo de David, notabiliza-se pelas composições mitológicas e literárias, e também pelos retratos, sempre sustentando a superioridade do desenho em relação à pintura.

Vídeos

Neoclassicismo e Romantismo.
Ver vídeo

Jacques Louis David.
Ver vídeo

Jean Auguste Dominique Ingres.
Ver vídeo

Nicolas Poussin.
Ver vídeo